Como Tratar Lombalgia de Forma Natural

As exigências da vida moderna tais como a ansiedade, estresse, sedentarismo, nervos à flor da pele, pressão laboral, trabalhar longas horas sentado frente a um computador, más posturas, esforços excessivos, pouco exercício físico e excesso de peso contribuem para que muitas pessoas sofram de lombalgia e outras dores na coluna.

A lombalgia ou dor lombar, nem sempre tem uma causa específica e, muitas vezes, chega a ser incapacitante. É o tipo de dor que mais contribui para o absentismo no trabalho.

Pode ser acompanhada de contratura, irradiação para um ou ambos os membros inferiores, sensação de queimação ou de choque e imobilização repentina.

As causas mais prováveis da lombalgia estão ligadas a más posturas, e esforços, ser o resultado de doenças como artroses da coluna, “bicos de papagaio”, hérnia discal, estenose vertebral, excesso de peso ou situações de sedentarismo.

A dor lombar ou lombalgia é cada vez mais frequente e afeta cerca de 90% da população. É mais frequente nas mulheres a partir dos 35 anos de idade, embora também possa surgir em pessoas mais novas. Com o passar dos anos, as dores vão aumentando devido a processos degenerativos.

Como Aliviar a Dor Lombar

Para aliviar a dor lombar podemos adotar algumas estratégias:

  • deitar de barriga para cima e com as pernas fletidas fazer rotação do tronco
  • banhos de água quente ou fria
  • compressas com plantas anti-inflamatórias
  • colocar emplastros na região lombar de dor mais intensa
  • usar coletes ou ortóteses lombares
  • fazer exercícios de alongamentos
  • evitar trabalhos que requeiram grande esforço

Se a dor persistir mais de uma semana, é melhor consultar um osteopata, cada pessoa precisa ser avaliada individualmente e ter um tratamento adequado para o seu problema, pois poderá haver alguma vértebra em disfunção, ser necessário corrigir o sacro ou utilizar algum anti-inflamatório. Marque a sua consulta aqui.

Assim como recorrer a equipamentos como ultrassom, ondas curtas, infravermelhos ou fortalecimento muscular para melhorar a flexibilidade e amplitude dos movimentos e erradicar a dor provocada pela lombalgia.

Como Prevenir a Lombalgia?

Podem ser adotadas diversas atitudes para reduzir o impacto das dores na lombar:

  • fazer exercício físico regular (bicicleta, natação, corrida ou caminhadas)
  • reforçar a musculatura postural com alongamentos, Yoga ou Pilates
  • adotar uma postura correta para estar de pé, sentado ou elevar objetos
  • dobrar os joelhos e não a coluna ao se baixar
  • ter uma alimentação adequada, isenta de alimentos inflamatórios

As dores lombares se não forem tratadas podem causar danos irreversíveis como o desgaste de vértebras, ser a causa de hérnia discal, ciática ou estenose vertebral e prejudicar muito a qualidade de vida da pessoa.

Quais os Sintomas da Dor Lombar?

A dor lombar ou lombalgia é um conjunto de manifestações dolorosas que acometem o fundo da coluna.

Essas dores podem ser de tipo agudo ou crónico:

  • espasmos e rigidez muscular
  • sensação de queimação ou choque na região lombar
  • dificuldade em fazer movimentos ou agarrar objetos
  • sentir os movimentos muito limitados
  • incapacidade de fazer a flexão ou torção do tronco
  • irradiação da dor para as pernas ou formigamento
  • dificuldade para estar deitado, sentado ou permanecer em pé
  • dor ao mudar da posição sentado para de pé

No caso da dor lombar persistir procure um especialista. Continuar a ser consumido pela dor e viver encharcado em fármacos, poderá trazer complicações mais sérias e indesejáveis.

O tratamento de osteopatia, kinesiologia, acupuntura e homeopatia apresentam excelentes resultados no tratamento de lombalgias e outras dores associadas. Marque a sua consulta aqui.

Categorias do Blog

Ebook Disponível
"81 Plantas que Curam"

Compre Aqui a sua Cópia Digital

Os Últimos Artigos

Junta-te à Comunidade

LN Naturologia no Facebook